quarta-feira , 21 agosto 2019
Home / Artigos / Infecção amarela: os abcessos gengivais devem ser tratados imediatamente

Infecção amarela: os abcessos gengivais devem ser tratados imediatamente

Em certas situações, olhando o inteiro da boca pra localizar a causa de uma dor aguda, vemos a gengiva brilhante e avermelhada e, por cima, uma bolinha inchada. Ao toque, é dolorida e mole. E para coroar esse verdadeiro vulcão de pus, aparece um pequeno ponto amarelo como se fosse uma espinha prestes a explodir. Esse ponto é o abscesso. Trata-se de um processo infeccioso e inflamatório que pode aparecer em qualquer lugar na boca próximo aos dentes e gengivas.

O ponto amarelo, que jamais deve ser espremido nem furado pela própria pessoa, pode vazar sozinho, contaminando toda a boca e aparelho digestivo com enorme quantidade de bactérias presentes no pus, dando ao hálito um odor fétido. Algumas pessoas colocam pomadas, vinagre, própolis e outras substâncias no local, mas só pioram a situação causando mais agressão e inflamação. Em casos avançados, alguns problemas podem ocorrer: febre, mal estar geral e ínguas no mesmo lado acometido.

Na maioria das vezes, quando o tecido no local do ponto amarelo se rompe e o pus extravasa, acontece certo alivio da dor devido à diminuição da pressão. Nessa hora, o bochecho com água morna pode ajudar na fluidificação e saída do pus, mas nunca se deve usar compressas quentes do lado de fora do rosto, porque o abscesso pode ser “puxado” para fora, deformando o contorno do rosto e ate formando fístula (caminho do pus do foco de infecção) externa.

Para a formação de um abscesso, alguns fatores podem contribuir. Desde um corpo estranho (uma casca de pipoca, por exemplo), ou tártaros enterrados na gengiva, ou até um problema endodôntico em que se faz necessário o tratamento do canal do dente. Na maioria dos casos este associado a injúrias ao dente mais próximo. Só o dentista poderá fazer um correto diagnóstico por meio de exames clínicos, radiográficos e outro. Por isso, é necessário consultar o dentista mesmo que o inchaço diminua e a dor cesse depois do extravasamento do pus.

É fundamental e importante diagnosticar a causa do problema para evitar que se estenda para as áreas vizinhas como o osso (pode causar osteomielite) ou mesmo para os tecidos moles do rosto e pescoço, causando uma infecção perigosa conhecida como Angina de Ludwig.

Deve-se ter muito cuidado com os abscessos bucais. Em razão de seu desenvolvimento e gravidade, esse tipo de infecção pode se espalhar, causando sérios problemas e poderá levar o paciente a óbito. Por isso, evite a automedicação, consulte com urgência o dentista e tome com precisão a medicação antibiótica e antiinflamatória recomendada.

 

Dr. Élcio Bueno

Cirurgião Dentista- Especialista em Ortodontia

CRO\SP: 82435

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.