Ultimas Notícias

Incêndio destrói residência em Mariápolis

No começo da noite desta quarta-feira, 28, uma residência de alvenaria foi destruída por um incêndio na avenida Prefeito Joaquim da Costa e Silva, em Mariápolis.

Após comunicado do ocorrido, estiveram presentes para conter as chamas o caminhão pipa da Prefeitura de Mariápolis, caminhão pipa da Usina Alto Alegre e o Corpo de Bombeiros de Adamantina, inclusive a viatura de Resgate. A Polícia Militar também esteve no local.

Um grande número de pessoas esteve próximo da residência observando os trabalhos das equipes. Os familiares da propriedade não tiveram ferimentos. Ainda conforme informações, o fogo pode ter sido ateado por um filho da moradora que teve discussão com sua mãe.

Os bombeiros que atuaram no combate foram o sargento Furtado, cabos Adriano e Marcelo e os soldados Reinaldo, Daniel, Ajonas e Dezan.

Residência foi destruída com fogo; equipes do Bombeiros, Usina Alto Alegre e Prefeitura atuaram no combate
Equipe do Corpo de Bombeiros se dedicaram no combate
Caminhão pipa da Prefeitura e do Bombeiros atuaram no combate
Residência foi destruída com fogo; equipes do Bombeiros, Usina Alto Alegre e Prefeitura atuaram no combate
Polícia Militar esteve no local do ocorrido
Residência foi destruída com fogo; equipes do Bombeiros, Usina Alto Alegre e Prefeitura atuaram no combate
Além da Polícia Militar, resgate do Corpo de Bombeiros esteve no local
Residência foi destruída com fogo; equipes do Bombeiros, Usina Alto Alegre e Prefeitura atuaram no combate
Bombeiros atuaram no combate ao incêndio da residência

About admin

Verifique também

Pandemia afeta sono dos brasileiros e leva a aumento do consumo de remédios para dormir

Pesquisa aponta que mais da metade das pessoas tem enfrentado noites mal dormidas; nervosismo, ansiedade, …

One comment

  1. Maldade nunca é um bom caminho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.