Ultimas Notícias

COVID-19: Mariápolis tem 48 notificações da doença; moradores devem se prevenir

A Secretaria de Saúde comunica que na data de hoje, 23, recebeu mais exames de RT PCR sendo o resultado negativo, os indivíduos são notificados prontamente e os contatos domiciliares e o suspeito não necessitam realizar o teste rápido.

Nesta semana, houve reuniões com o comitê de contingência COVID-19, formado por médicos, enfermeiros, farmacêuticos, vigilância sanitária e epidemiológica, gestora de saúde e ACS. Foram discutidas resoluções conforme a CIB 55 de adequações em testagem dos habitantes, manter-se a diretriz estadual através da CIB 55 para preferencialmente testar após 14 dia, para evitar falsos negativos, mesmo com a aquisição de teste de alta sensibilidade e especificidade, porém os mesmos mantém esta condição somente a partir do 14 dia.

O aumento de número de suspeitos em locais de grande aglomeração desperta a possibilidade de surtos epidêmicos com a possibilidade de casos assintomáticos não rastreados. Porém, mantém-se o rastreamento somente em casos sintomáticos conforme decisão do comitê COVID-19.

Há elaboração de plano de aumento de fiscalização aos casos de quebra de isolamento domiciliar obrigatório a casos suspeitos e positivos. Se estiver isolado no domicílio é necessário não receber visitas. Em caso de dúvida, entre em contato com a equipe técnica municipal da saúde, para esclarecimentos.

É preciso atenção aos sintomas gripais, na população, em caso de:

– coriza,

– dor de garganta,

– dor de cabeça,

– mal estar geral, cansaço,

– alterações de temperatura,

– perda do olfato e paladar

– e principalmente falta de ar.

Nesta situação, procure contato com as unidades de saúde através dos telefones: 3586-1100, 3586-1103 ou 3586-1234 para agendar a avaliação médica. 

Em caso de dúvidas e orientações adicionais, estamos sempre à disposição para esclarecimentos, continuamos com as ações dos agentes comunitários de saúde na atenção à população em quarentena, com visitas domiciliares, sendo o protocolo a visita, peridomiciliar, ou seja, fora da casa, em local arejado e com distanciamento, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e Plano de contingência do Covid-19 municipal, regional, estadual e federal. (Juliana Faria do Nascimento – Secretária de Saúde)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.