Ultimas Notícias

Saúde divulga boletim referente Covid-19; secretária explica atendimentos nas duas unidades de Mariápolis

A Secretaria de Saúde comunicou que na manhã da última sexta-feira, 19, recebeu um idoso, trabalhador da saúde com sintomas gripais e conforme protocolo do Ministério da Saúde e Plano de Contingenciamento Covid-19, foi realizado no mesmo o teste rápido, sendo negativo ao Covid-19. O idoso já havia recebido imunização à influenza H1N1 através da Campanha de Vacinação executada no município.

Importante salientar que os meses mais frios e secos do ano, haverá aumento concomitante dos vírus respiratórios, como o Covid-19 e a Influenza H1N1, porém até o momento, só existe a vacina ao combate do H1N1 que pode também cursar com a SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) com grande prevalência de óbitos e necessidade de UTI.

Nas etapas da Campanha de vacinação da gripe este ano, que se estenderá até o dia 30 de junho, para a faixa etária de 5 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, devido à baixa adesão, lembramos que conforme recomendação do órgãos estaduais e federais da política nacional de humanização, as vacinações das crianças se iniciaram nas unidades de saúde, mas após não adesão, foram intensificadas pela vigilância epidemiológica nas residências, sendo que houve grande número de recusa, por parte dos genitores na aplicação das doses.

Lembramos que é de suma importância neste momento, em que há vários vírus respiratórios circulantes e que são de sintomas muito parecidos, que a vacinação para o combate à Influenza H1N1 além de compor uma prevenção importante devido agravante nesta faixa etária e maior número de óbitos por SRAG, também exclui a possibilidade deste vírus no organismo, em casos de síndrome gripal e facilita o diagnóstico de possível Covid-19 e seu manejo terapêutico, como o manejo terapêutico dos demais vírus.

No caso do idoso mariapolense citado, exclui-se a possibilidade do novo coronavírus SARS COV 2, que causa a doença Covid-19, como a possibilidade do influenza H1N1. O idoso está em boas condições de saúde, sem necessidade de internação, orientado a manter as mesmas medidas tão necessárias a diminuição da transmissão viral, de qualquer subtipo, como a Covid-19, distanciamento social, lavagens das mãos, suplementação com álcool em gel 70% quando não tiver possibilidade de lavar as mãos, uso de máscara de tecido (distribuído há mais de um mês pelo poder executivo, através das Secretarias de Saúde e Assistência Social, tanto em zona urbana como zona rural) e evitar aglomerações.

Estamos sendo notificados, conforme Plano São Paulo, do rebaixamento da região da Regional de Saúde de Marília, da qual pertencemos, para a classificação VERMELHA a vigorar a partir do dia 22, segunda-feira, devido aumento do número de casos, internações e diminuição do quantitativo de leitos hospitalares ao combate ao Covid-19. A nossa região divide a mesma regional com mais 62 municípios paulistas, sendo a nossa microrregião da CIR de Adamantina, composta por 10 municípios, sendo que mesmo que nossa microrregião esteja com menor número, há ascensão do número de casos e possível saturação do sistema de saúde como um todo, já que se as ocupações das nossas referências de leitos atingem nível crítico, afeta não só a região da CIR de Adamantina, como também as demais. Marília tem enfrentado nestes últimos dias um aumento considerável de casos novos e novas internações tanto em enfermaria como UTI Covid-19, espera-se que com a nova medida de distanciamento social, diminua a transmissão entre os indivíduos e diminua a necessidade do sistema hospitalar.  

SOBRE AS UNIDADES

Lembramos que o Sistema de Saúde Municipal conta com duas equipes localizadas em locais distintos, sendo a ESF Unidade Ary Toledo Silva, utilizada para atender 2.500 habitantes e a UBS José Eronis Barbosa da Silva para atendimento de 1.500 habitantes desde 30 de abril como forma de ampliação ao Sistema de Saúde e diminuição das aglomerações nas unidades.

Ginecologia

A especialidade de ginecologia/obstetrícia está atendendo às quartas e quintas-feiras e a psiquiatria às sexta-feira, mediante agendamento prévio na UBS José Eronis Barbosa da Silva. Se necessário agendamento de consulta entrar em contato com a enfermagem pelos números: (18) 3586-1100 e 3586-1103.

Importante salientar que os casos de síndrome gripal serão atendidos nas duas unidades, mas é essencial a previa notificação da equipe para melhor atendê-los. As testagens para Covid-19 ocorrerão centralizadas na unidade Ary Toledo Silva com a enfermeira da vigilância epidemiológica, ou se necessário no domicílio do morador, conforme avaliação do Comitê de Contigenciamento da Saúde Covid-19.

Informações através do número: 3586-1234. Emergências pelo sistema gratuito 192, implantado desde 30/04/2020. Lembrando que os agendamentos de consulta, transporte e exames não constituem emergências e deverão ser utilizados os números das unidades.

Nutrição

A nutricionista está atendendo as demandas urgentes neste período, através do telefone: 3586-1234, seguindo orientações por teleatendimento.

Psicologia

A psicóloga está atendendo as demandas urgentes pelo número 3586-1234. Já os atendimentos presenciais estão interrompidos devido a mesma ser do grupo de risco, mas como forma de manter as consultas, foi incorporado este método de trabalho à população.

Odontologia

A odontologia está atendendo as demandas emergenciais, como agendamento prévio e teleatendimento com os profissionais dr. Willian e drª. Lilian. Não houve ainda retorno dos atendimentos eletivos por se tratar de técnicas que há geração de aerossol e maior risco de contaminação e transmissão.

Fisioterapia

A fisioterapia está efetuando plano de trabalho para retorno dos atendimentos urgentes, mediante solicitação da vigilância sanitária, para evitar exposição aos riscos durante a pandemia. Nos meses de abril, maio e junho apenas atendimentos domiciliares de casos urgentes, respiratórios e neurológicos que cursam com piora do quadro clínico e risco de complicações estavam sendo realizados. A programação de retorno e novos agendamentos serão comunicados pela Secretaria de Saúde em nova nota.

Agentes

As agentes comunitárias permanecem executando os seus trabalhos de auxílio à saúde da população, levando a equipe de saúde aos casos e demandas urgentes. Qualquer mudança na saúde dos grupos de risco, bem como da população de Mariápolis, estão desenvolvendo um trabalho intensificado ao Covid-19, bem como no combate a epidemia da dengue, conjuntamente com visita em área aberta, peri-domiciliar, buscando informações de endereço de moradia, telefone atualizado e CPF dos munícipes referentes ao novo financiamento da saúde.

As agentes comunitárias estão recadastrando os moradores e conforme a necessidade, solicitando o número de CPF que substitui o número de Cartão SUS nos atendimentos de saúde, portanto, sem esta informação, o município perde recursos da saúde referentes ao morador, prejudicando as ações da saúde para a população. Em caso de dúvidas, entrar em contato nas unidades de saúde com as enfermeiras para orientações e explicações das 7 às 16 horas, de segunda a sexta-feira.

Farmácia

A Farmácia Municipal está situada na UBS José Eronis Barbosa da Silva e está realizando atendimento por telefone para evitar as aglomerações de pessoas no local. Lembramos que antes de se dirigir-se até a farmácia local, ligar para a farmacêutica para saber se a medicação já está na unidade para ser dispensada ao morador. Os telefones são: 3586-1100 ou 3586-1103. Ramal 25.

Vigilância

A Vigilância Sanitária, a Zoonoses e o Controle de Vetores estão em atendimento intensificado á dengue, Leishimaniose (inquérito canino) e a raiva (vacinação) com os cuidados necessários durante a pandemia. A vigilância estará realizando a renovação dos registros de estabelecimentos, mantendo seu atendimento às demandas de combate ao Covid-19, intensificando e orientando aos comerciantes, estabelecimentos de saúde, estabelecimentos públicos e privados quanto as normas legais vigentes e necessárias ao combate ao Covid-19. Dúvidas na UBS José Eronis Barbosa da Silva ou pelos telefones do citado local.

Vacinação

A sala de vacinação permanece centralizada na Unidade Ary Toledo Silva, das 7 às 16 horas. No primeiro dia útil do mês é realizado a recontagem das doses, a estruturação no sistema das vacinas aplicadas e conferências de boletins, sendo que neste dia, não haverá aplicação de vacinas nos munícipes. Pedimos a compreensão para melhor atendê-los. Em ambas as unidades, o horário de almoço será das 11 às 13 horas.

(Por Juliana Faria do Nascimento – secretária de Saúde de Mariápolis)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.