Ultimas Notícias

Dona de casa é presa após chamar atendente de UBS de macaco

Unidade básica de saúde onde ocorreram as ofensas ao funcionário (Reprodução/Regional Press).

Uma dona de casa de 53 anos, moradora na zona leste de Araçatuba, foi presa em flagrante no início da tarde desta quinta-feira (17) acusada de injúria racial contra um funcionário público municipal de 63 anos que trabalha como atendente na UBS Umuarama.

A reportagem do Regional Press apurou que a mulher estava aguardando atendimento no local e quando foi chamada, devido à demora, havia um outro paciente sendo atendido. Ela teria ficado irritada e passado a ofender o atendente, que é afro-descendente, chamando-o de macaco e gorila.

Segundo testemunhas, a mulher ainda fazia gestos imitando macaco, em provocação ao homem. Ela foi orientada a parar com as ofensas mas continuou com as provocações, sendo detida por guardas municipais e levada ao plantão policial, onde foi presa em  flagrante.

Na delegacia, a dona de casa negou as acusações, apesar de testemunhas terem presenciado as provocações. Ela foi presa em flagrante e após ser ouvida, o delegado estipulou fiança no valor de R$ 1,2 mil. A mulher pagou e foi liberada para responder ao inquérito em liberdade. (Por: Regional Press | Araçatuba )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.