Ultimas Notícias

Eleitores têm até 4 de maio para regularizar título

Eleitor sem biometria não será impedido de votar em 2022, ressalta Cartório Eleitoral

Eleitores de todo o país vão escolher, em outubro, os próximos deputados, senadores, governadores e presidente para mandato de quatro anos. E para exercer direito ao voto, um ato de cidadania, deve estar com o título eleitoral regularizado.

Por isso, o Cartório Eleitoral alerta para o prazo final para resolver pendências como transferência de domicílio eleitoral ou outras decorrentes de ausência ou justificativa nas três últimas eleições. Até 4 de maio, os eleitores podem regularizar a situação para votar em 2 de outubro, para o primeiro turno, e em 30 de outubro, no segundo turno, se houver.

Para evitar contratempos, a chefe do Cartório Eleitoral da 157ª Zona Eleitoral, Ariane Mazzo, destaca que é importante se antecipar para quitar eventuais débitos, já que nos últimos dias é alta a procura pelo serviço.

COMO PROCEDER

Tanto o alistamento (primeira via do título) quanto a regularização podem ser solicitados pelo sistema Título Net, no portal do TSE (Tribunal Superior Eleitoral): tse.jus.br.

Para tirar a primeira via, após informar a Unidade Federativa em que reside, você será informado sobre os documentos necessários (selfie segurando um documento de identificação; comprovante de residência atualizado; e certificado de quitação de serviço militar, para homens de 18 a 45 anos). Na página seguinte, em “Título de eleitor”, selecione a opção “Não tenho” para prosseguir o atendimento. Os dados informados serão analisados pela Justiça Eleitoral.

Os que desejam realizar alguma alteração no cadastro eleitoral, devem, antes de tudo, conferir a situação junto à Justiça Eleitoral, também no site do TSE. Em seguida, no sistema Título Net, insira as informações e os documentos solicitados e acompanhe o requerimento.

E-TÍTULO

Outra forma prática de consultar eventuais pendências junto à Justiça Eleitoral é o aplicativo e-Título. A ferramenta também é utilizada como título eleitoral digital, substituindo o documento em papel no dia das eleições. Basta fazer o download gratuito em telefones celulares ou tablets de qualquer plataforma (Androide ou iOS).

CARTÓRIO ELEITORAL

Os cartórios eleitorais, como da 157ª Zona Eleitoral, que atende Adamantina, Flórida Paulista e Mariápolis, estão com atendimento presencial suspenso devido a pandemia até pelo menos 31 de janeiro. Porém, disponibiliza outros dois canais de informações e orientações: (18) 3522-3470 e [email protected]

SEM IMPEDIMENTOS

Quem estiver com a situação eleitoral regularizada, não será impedido de votar este ano mesmo com a falta de cadastramento biométrico, procedimento de coleta das digitais do eleitorado pela Justiça Eleitoral, utilizado para identificar eleitoras e eleitores no dia do pleito.

Ariane Mazzo ressalta que o cadastro biométrico está suspenso em todo o Brasil como forma de prevenção ao contágio da covid-19, uma vez que a coleta das digitais só pode ser feita presencialmente.
O TSE também esclarece que nenhuma eleitora ou eleitor que não realizou o cadastramento será proibido de votar. A ausência da biometria não impede, por si só, o exercício do voto. (Por Impacto Notícias)

About admin

Verifique também

Mariápolis deve ter frio intenso e queda de mais de 10°

A partir da próxima semana, uma intensa massa de ar frio deve atingir grande parte …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.