Ultimas Notícias

Governo de SP reitera que a microrregião de Adamantina não foi desmembrada do DRS de Marília

A semana foi marcada pela veiculação de notícia, publicada inicialmente no portal Hora H Notícias, na última quarta-feira (24), informando que a microrregião de Adamantina havia sido desmembrada do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília, passando a vincular-se ao DRS de Presidente Prudente.

Essa, que seria a nova geografia da saúde pública regional, foi repercutida em declaração do prefeito de Marília, Daniel Alonso. “Até então, Adamantina e mais 11 cidades vizinhas integravam a DRS de Marília e, por estarem muito afetadas pela Covid-19, vinham sobrecarregando a média geral de ocupação de leitos”, diz a reportagem. Esse fator teria levado ao desmembramento, para aliviar os indicadores de ocupação dos leitos do DRS de Marília. “Realmente me pegou de surpresa esse desmembramento”, comentou o prefeito Daniel Alonso, no Hora H.

Diante da afirmação do prefeito e da repercussão do conteúdo noticiado pelo portal, o SIGA MAIS buscou o posicionamento da Secretaria Estadual de Saúde, e no dia seguinte (25), publicou que o anúncio não procede, inexistindo qualquer pactuação nesse sentido.

Após a publicação do SIGA MAIS, no mesmo dia o Hora H voltou a ouvir o prefeito de Marília, que manteve sua fala. “O que está na matéria é exatamente o que eu disse”, reafirmou Daniel Alonso. “Disse e repito que fui pego de surpresa, mas não acredito que esse desmembramento seja definitivo; acho que se trata apenas de uma estratégia de gestão da quarentena”, reafirmou Daniel ao Hora H. Segundo o mesmo portal, os números de Adamantina sobre a Covid estão muito ruins e vinham puxando a média do DRS Marília para baixo. “Minha fala é clara e foi reproduzida com exatidão”, ressaltou prefeito mariliense ao Hora H.

Região de saúde de Adamantina mantém-se vinculada ao DRS de Marília (Reprodução/Pref. Adamantina).

Com essa reafirmação declarada pelo prefeito de Marília, o SIGA MAIS voltou a buscar um novo posicionamento do Governo do Estado de São Paulo, recebido no final da tarde desta sexta-feira (26), via Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR). “O governo de São Paulo reitera que não é verdadeira a informação de que a microrregião de Adamantina foi retirada do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília”, diz a nota. 

Na realidade, a microrregião de saúde de Adamantina é formada por 10 municípios, e não 12. Além da própria cidade, estão nela municípios de Lucélia, Salmourão, Osvaldo Cruz, Sagres, Inúbia Paulista, Pracinha, Mariápolis, Flórida Paulista e Pacaembu.

Região de Marília na fase vermelha

O texto ressalta também que, até o momento, segue em vigência até amanhã (28) a reclassificação do Plano SP apresentada em coletiva de imprensa realizada na sexta-feira (19) da semana passada, e a nova reclassificação, divulgada ontem (26), entra em vigência na próxima segunda-feira (1º), com a região de Marília na fase vermelha. Com isso, as cidades devem se adequar ao que é estabelecido em decreto e seguir as diretrizes de suas Regionais de Saúde.

Na nota, o governo estadual reforça, ainda, que a aplicação do Plano SP é regionalizada, heterogênea e focada na gestão e convivência com a pandemia. “Avança na retomada de atividades quando possível e retrocede quando necessário. O regramento do plano tem sido respaldado por critérios técnicos, análises e pareceres do Centro de Contingência para permitir, de forma consciente e gradual, a retomada das atividades econômicas dos setores”, afirma o texto. “Por fim, até que nova reclassificação seja anunciada, o governo de São Paulo espera que os municípios, sem exceção, sigam o decreto em vigência”, conclui.

Os critérios e a metodologia do plano estão disponíveis e podem ser consultados no site https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp. (sigamais.com)

Municípios da microrregião de saúde de Adamantina (Reprodução/Pref. Adamantina).

About admin

Verifique também

Centro de Memórias de Mariápolis faz exposição especial às crianças

Objetivo foi mostrar às crianças diversos objetos e brinquedos antigos As crianças do Projeto Raios …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.