quarta-feira , 21 abril 2021
Home / Notícias / Jogador Caramelo, que morreu no voo da Chapecoense, tem familiares em Adamantina

Jogador Caramelo, que morreu no voo da Chapecoense, tem familiares em Adamantina

Corpo foi jogador foi levado em carro aberto do Corpo de Bombeiros, do velório até o cemitério de Clementina (Foto: Otávio Manhani/Jornal Comunicativo).

Foi sepultado sob aplausos no início da noite do dia (4), o corpo do jogador de futebol Mateus Lucena dos Santos, o Mateus Caramelo, 22 anos, lateral-direito da Chapecoense. O sepultamento foi por volta das 19h30 no Cemitério da Consolação, em Clementina, na região de Birigui.
O jogador tinha familiares em Adamantina. Ele era primo do vereador Hélio José dos Santos, que participou ontem do velório, em Clementina. Ele esteve nas homenagens acompanhado da sua esposa Márcia Redigolo, do seu irmão Elízio José dos Santos e da sobrinha Rosemeire Marinho.
Segundo o site do Jornal Comunicativo, o corpo do jogador chegou a Clementina às 13h20, onde foi velado na igreja matriz de São João Batista assim que chegou de Chapecó (SC), onde houve o velório coletivo no sábado (3) de 50 vítimas do acidente aéreo que matou 71 pessoas em Medellín, na Colômbia, na noite do dia 28.
De acordo com o site, a missa de corpo-presente foi celebrada pelo padre de Piacatu, Edgar de Souza Lima, o qual foi convidado pelo pároco local, Evandro Magri Calvoso, que também participou da celebração. Sobre o caixão lacrado foram colocadas três bandeiras: da cidade de Clementina, da Chapecoense e do São Paulo Futebol Clube. Com certeza um dos dias mais tristes da história de Clementina.
O site do Jornal Comunicativo informou que dois representantes do São Paulo Futebol Clube e o volante João Schmidt participaram do velório. Mateus Caramelo é jogador do São Paulo Futebol Clube e estava emprestado ao time da Chapecoense desde 2015. O zagueiro Thiago Martins, do Palmeiras, também esteve no velório de Mateus Caramelo.
Ainda de acordo com o site, o caixão foi carregado pelo pai do jogador, Manoel Almiro dos Santos, popularmente conhecido como Martins; pelos dos irmãos Bruno e Vinícius, pelo jogador Thiago Martins e familiares até o caminhão do Corpo de Bombeiros. Nesse percurso, as pessoas aplaudiram e gritaram “é campeão!”. O cortejo passou pela avenida principal da cidade até chegar ao cemitério. Ao ser sepultado, o ‘filho ilustre’ de Clementina foi aplaudido (Com informações do site do Jornal Comunicativo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.