quinta-feira , 9 julho 2020
Home / Notícias / Geral / Locutor de rodeios Asa Branca morre aos 57 anos em SP

Locutor de rodeios Asa Branca morre aos 57 anos em SP

Locutor Asa Branca foi uma lenda nos rodeios (Reprodução: Jornal dos Sports USA).

Morreu ontem, terça-feira (4) no Instituto do Câncer, em São Paulo, o locutor de rodeios Asa Branca. Ele não resistiu ao agravamento de um câncer. O óbito foi registrado pelo hospital às 14h30. Ainda não há detalhes sobre o velório, mas o sepultamento deve ocorrer em Turiuba, cidade próxima a Buritama, no noroeste paulista.

Aos 57 anos, Waldemar Ruy dos Santos, o Asa Branca foi diagnosticado com câncer na boca em 2017. Ele também é portador do vírus HIV, doença descoberta em 2007. Desde 25 de janeiro estava hospitalizado.

Asa Branca foi um ícone no mundo dos rodeios por criar um novo estilo de narração. Com um microfone sem fio, livre dos cabos, ele fazia suas locuções na arena, algo inédito na época, no final dos anos 1980. Ele também deu uma nova versão para o “segura, peão”, do precursor José Antônio de Souza, o Zé do Prato, que morreu em 1992, esticando para “seguuuuura peãããão”.

Além dessas características marcantes na atuação do locutor, Asa Branca também é o “rei” de versos e jargões que marcaram o rodeio, presentes até hoje nas provas, em todo o Brasil.

O locutor já se apresentou em festas do peão em Adamantina. Em um vídeo no Youtube, sem data específica de quando foi gravado, mostra Asa Branca no recinto Poliesportivo, em uma festa que integrava o Circuito Brahma de Rodeio. Na noite ele ampliou sua apresentação montando em um cavalo, caindo logo em seguida. Depois, volta a montar no animal, na arena do Recinto Poliesportivo. (sigamais.com)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.